Como muitos de nós já terão descoberto, um aniversário nem sempre se desenrola como gostaríamos. Com a intenção de desviar as atenções do lançamento da segunda geração Threadripper da rival AMD (que passam de 16 núcleos a 180W para 32 a 250W graças a frequências mais conservadoras por confirmar e ao novo processo de fabrico dos chips usado nos recentes Ryzen+), a marca líder do mercado de processadores terá ido para a maior feira de tecnologia informática do mundo na convicção de que nenhum dos presentes (cromos profissionais dos computadores) iria reparar nos pormenores à volta dum inaudito e extraordinário CPU com 28 núcleos a 5GHz, apresentado como um produto real para lançamento ainda este ano.

Cuidadosamente agendada para a véspera da apresentação da AMD, a Intel decorou uma caixa com um reservatório de watercooling para dar a ideia que este estaria a ser usado para arrefecer o frankenstein em exposição, que na verdade estava ligado a um arrefecedor industrial de água (com capacidade de arrecefer até 1770W, usado em aquários de grandes dimensões). Dentro dessa caixa esteve uma motherboard com um socket LGA 3647 albergando uma multidão de fases nos VRM, suscitando a aplicação de um gargantuesco dissipador com heatpipe e ventoinhas de alta velocidade. Conhece-se também a fonte de alimentação utilizada, a irrepreensível Corsair A1600i. Estima-se que o sistema necessitou de 2300W para funcionar, algo que a EDP deverá felicitar efusivamente se esta “arquitectura” vier a mercado!

O que custou a saber-se foi a confirmação, vários dias depois, de que o processador para servidor (205W@2.5GHz) com um preço de 10 mil dólares estava brutalmente overclockado (dobro), e aparentemente isso deve-se a esquecimento do representante da Intel. Enfim.

O outro processador a 5 GHz que a Intel lançou pode efectivamente ser comprado e usado à frequência descrita sem esforçar centrais nucleares: o 8086K. Com uma curva de multiplicadores idêntica ao 8700K à excepção da base (4.0 GHz) e topo para apenas um núcleo activo (5.0 GHz), este processador comemorativo vem a confirmar-se nada mais que um binning do  CPU lançado no ano passado: a mesma pasta térmica barata entre núcleos e IHS, o mesmo nível de aquecimento (bem acima dos declarados 95W) e overclocks equivalentes a um 8700K de boa qualidade.

Este é um produto para coleccionador, fundamentalmente: pelo que se estima ser o custo desta edição limitada a 50 mil unidades mundiais pode comprar-se um 8700K, faz-se o delid, substitui-se a pasta térmica por líquido metálico, compra-se um bom AIO e ainda sobram uns trocos: dois caminhos para o mesmo nível de desempenho…

É bom também lembrar que o primeiro CPU x86 com frequência a 5GHz foi lançado há quase 5 anos atrás: chamava-se FX-9590

About the author

Related

Comente este post!