O lançamento da segunda geração de processadores AMD Ryzen está agendada para o próximo mês de Abril e alguma informação está a espreitar pelas frinchas dos acordos de confidencialidade. O nome de código é Pinnacle Ridge e os números de modelo começam por 2, apesar destes não terem muito em comum com os recentes APU Ryzen 3 2200G e Ryzen 5 2400G: os novos CPU não possuem funcionalidade gráfica, tratando-se da actualização dos cores Zen para o processo de fabrico de 12 nanómetros e mais uns inevitáveis pózinhos…

Conhecida por Zen+, esta nova gama da AMD é totalmente compatível com as actuais motherboards AM4, sendo contudo de esperar uma actualização da BIOS para garantir que corre tudo bem. Graças ao novo processo de fabrico e as optimizações já implementadas nos excelentes APU Raven Ridge, principalmente a nível de gestão de energia e melhoramentos no controlador de memória DDR4, é justo esperar que, juntamente com algum aumento de frequência, possam estar em jogo melhores margens para overclocking e temperaturas mais baixas.

E é precisamente o que indicam algumas fontes não confirmadas (como seria de esperar) pela AMD. Um site coreano apresentou alguns resultados muito competitivos de um CPU Ryzen não identificado, com 8 cores físicos e uma frequência máxima em turbo de 4,25GHz a 1.25V. Vindo estas características a confirmar-se num produto, trata-se de um excelente upgrade incremental para os Ryzen. Mais informação em inglês em TechReport.

Outro pedaço de informação escapado ao controlo dos NDA (Non Disclosure Agreement), vindo de nuestros hermanos da El Chapuzas Informatico apresenta o que pode ser a estrutura de oferta e preço da renovada gama Ryzen. São vários slides com muita dor de cabeça para a concorrência: talvez assim o mercado de processadores fique mais animado!

About the author

Related

Comente este post!