Banner_Unboxing_WetekCore

WeTek, mais uma marca no mundo dos media players, sendo este o 3º que utilizo pessoalmente. O que tem de diferente de outros tantos como da antiga Xtreamer ou a “actual” Minix? Vamos fazer um unboxing do WeTek Core, juntamente com uma primeira impressão deste media center, para ficarmos a saber mais.

Na caixa vem apenas o comando (sem pilhas), um cabo HDMI e o transformador com várias fichas (apto para funcionar em qualquer parte do mundo), sendo que a única coisa a apontar aqui é de o fio do transformador ser algo curto.

Na caixa não há um cabo de rede, no entanto é algo que pode ser ignorado, visto que o Core vem com wireless integrado. Tudo isto permite começar logo a funcionar sem termos de virar a casa, à procura de um cabo HDMI perdido.

A construção da box é boa e segue um design simples muito procurado hoje em dia. Em termos de conexões, podemos contar com uma porta de rede, saída ótica, saída HDMI, ficha de alimentação e jack 3.5 para ligação A/V numa das laterais e 2 portas USB e ranhura para cartão Micro-SD na outra lateral.  As duas portas USB 2.0 (mais do que suficiente) servem para ligar discos externos mas também podemos fazer a partilha por rede, via um NAS ou simplesmente partilhar pastas através de outro computador.

12356754_1006067689445549_5207017749182991325_o

O botão de power fica no topo juntamente com o led de indicação, azul em funcionamento, vermelho em stand-by. Podemos desligar por completo, mas o simples toque no botão power do comando deixa esta unidade em standby, tornando o arranque incrivelmente rápido.

Ao ligar é tal e qual um telemóvel Android, o comando wireless é leve e simples de operar, sendo que com um simples pressionar de um botão, passa a ser um airmouse. Ficámos muito impressionados com a precisão no modo airmouse, muito melhor que outros da mesma gama.

12314732_1006067762778875_14694806676669683_o

Ao ligar, fomos apresentados ao habitual “questionário” Android, perguntando pelo idioma, fuso horário, resolução, audio (pcm, hdmi pass-through, spdif), rede e configuração do login.

“Out of the box” vem com a versão Android 5.1.1, sendo que ao correr o WE.update do homescreen há logo indicação de um update disponível. Estranhamente “obriga” a utilização de um Micro-SD ao contrário do indicado. Cartão colocado e update feito sem problemas.

Aqui é-nos dado a escolher entre fazer o download e respectivo update direto pela rede ou a partir de um ficheiro previamente retirado da página da marca. Quem tiver uma ligação à rede algo fraca ou propícia a quedas convém fazer o download da página primeiro, caso contrário corre-se o risco de termos um novo pisa-papeis.

No ecrã inicial / launcher apenas vem com as app Youtube, WE.update e Aptoid (Marketplace do Android) sendo que podemos adicionar as app’s que pretendemos. Para além de uma barra superior com o Kodi, navegador, acesso ao armazenamento e por fim o Google Play.

Basta um salto rápido ao Market para adicionar o Netflix e Spotify, na nossa opinião os essenciais de qualquer mediaplayer que faz a vez de uma smart tv. A saltar entre menus é rápido e sem bloqueios, exactamente aquilo que se pretende de um equipamento destes.

Para além das funcionalidades que o Android já nos habituou, este WeTek Core trás já o Kodi pré-instalado com a build 15.2 (de 19 Outubro). Para quem não está habituado a utilizar o Kodi, encontrará algumas dificuldades de início, mas graças à quantidade de tutoriais e fóruns sobre este assunto, deverá ficar ambientado em menos de nada. Quem já está habituado ao Kodi não tem nada de novo, basta configurar e temos a bela parede de capas e informação dos filmes ou séries.

Já sabemos que ele é rápido na utilização normal, mas como se portará com conteúdo HD ou até mesmo 4K?

Experimentando com os mais diversos formatos esta pequena caixa não se negou a nada, conseguindo reproduzir sem qualquer tipo de falha de imagem os mas variados formatos que tinha à disposição. Usando o Netflix ou Youtube em FHD também como seria de esperar nada de falhas na reprodução e mesmo em vídeo 4K corre perfeitamente a 30fps.  Infelizmente apenas uma salvaguarda a nível de áudio. Não há suporte para áudio HD, ele apenas faz o down-mix de áudio DTS-HDMA ou Dolby TrueHD. No fórum do Kodi há a referencia (data de 15-09-2015) de ainda não ser possível o passthrough devido a driver’s do chip / licenciamento, por isso, supostamente, qualquer faixa de áudio 7.1 será convertida para 2.0 ou 5.1 conforme as situações. Fãs do home-cinema, ainda não é desta que tudo é perfeito.

12339421_1006067639445554_1262926321596221860_o

nte positivo é não ter ventoinha, logo zero ruído. Se aquece? Sim, no entanto é menos do que se esperava.

Esta “caixinha” é fácil de usar, rápida para o que se precisa, com um dos melhores comandos incluídos que já nos passou pelas mãos e tendo uma versão nativa do Kodi é praticamente future-proof a nível de actualizações.

Mesmo para quem viaja bastante, este modelo é leve e prático para levar juntamente com a máquina fotográfica ou a action cam. Basta ligá-las ao Core, para que se possa rever rapidamente o conteúdo gravado, sem grande esforço, num qualquer quarto de hotel.

Wetek Core
http://www.globaldata.pt/mini-pc-android-wetek-core.html
https://wetek.com/product/wetek-core

Links úteis:
http://forum.kodi.tv/showthread.php?tid=238923
http://wetekforums.com/vb5/forum/wetek-core
http://www.cnx-software.com/2015/10/19/review-of-wetek-core-android-lollipop-media-player

 

About the author

Empresa de referência no panorama Informático desde o ano 2000 com loja em Lisboa. Visite-nos em http://www.globaldata.pt e http://fb.com/GlobalData.pt

Related

Comente este post!